O Ministro da Agricultura, Pecuária e Pesca da Argentina oficializou que a produção de carnes não pode ultrapassar peças individuais de 32 kg para venda ao varejo. A resolução é válida a partir de 1º de janeiro de 2022.
A administração nacional, afirma que a comercialização, em média, gera ineficiências na alocação de cortes que têm impacto no preço a ser pago e que a medida promove a transparência comercial. Além disso, o corte deve ser
realizado com o auxílio de meios mecânicos adequados.
• ‘Brasil pode se beneficiar com recuo argentino no mercado de carnes’
• Carne bovina: ‘Brasil pode passar a exportar 35% da produção em breve’
Também estabelece que a forma de repartição do meio gado não deve afetar as áreas apreciadas pelos consumidores e deve respeitar os cortes tradicionais para manter o seu valor monetário em cada mercado varejista.
Por sua vez, o Ministério do Desenvolvimento Produtivo pretende implementar programas de assistência financeira para frigoríficos e trabalhadores, visto que o novo sistema de comercialização exige transformações de infraestrutura em frigoríficos, espaços de ar condicionado e mais máquinas e equipamentos refrigerados.

Fonte: CanalRural

Contate A gente

Envie uma mensagem

FUNCIONAMENTO

Segunda a Sexta: 08:00 as 12:00 / 14:00 as 18:00
Sábados: 08:00 as 12:00
Domingos - Fechado

Nosso telefone

Vendas : (67) 3562-3860
SAC : (67) 3562-3860
comercial@salcerrado.com.br

Envie uma mensagem

Responderemos o mais breve possível








  • Teste
  • Teste